Ferrovia é prioridade

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Em mais uma webinar patrocinada pela Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura-Frenlogi e pelo Instituto Brasil Logística-IBL, sob o tema “Investimento na Malha Ferroviária Brasileira”, debatedores dos setores público e privado concluíram pela prioridade da malha ferroviária para a infraestrutura nacional.

Participaram do debate online, mediado, mais uma vez, pelo vice-presidente do IBL, Tiago Lima, o senador Wellington Fagundes (PR-MT), presidente da Frenlogi, o deputado Pedro Uczai (PT-SC), presidente da Câmara Temática Ferroviária da Frenlogi, André Kuhn, diretor-presidente da Valec Engenharia, Vicente Abate, presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer), Guilherme Penin, diretor de Regulatório da empresa Rumo. e Edinho Bez, diretor de Relações Públicas da Frenlogi.

Senador Wellington Fagundes

Wellington Fagundes

Tiago Lima-IBL
Tiago Lima – IBL

Ao abrir o debate, o senador Wellington Fagundes, após cumprimentar os participantes, resumiu seu pensamento sobre o tema. De acordo com o que expôs, o Brasil não deixará, por muito tempo, de ser um país rodoviário. 

No entanto, diante das “estradas abarrotadas é importante construir a intermodalidade do transporte, no país”, defende Fagundes. “Nesse sentido – complementou – nós acreditamos muito no setor ferroviário”.

Pedro Uczai

Na sequência, o deputado Pedro Uczai enfatizou, na mesma linha, a necessidade de investimento no setor ferroviário. “Trata-se, o modal ferroviário, de um setor estratégico para o futuro brasileiro e, portanto, necessita de investimentos tanto públicos quanto privados”, asseverou o parlamentar.

André Kuhn

André Kuhn e dirigentes da Valec

Após os comentários de Uczai, a palavra foi passada ao diretor presidente da Valec, André Kuhn, que abordou os objetivos da empresa. Segundo ele, as grandes prioridades da Valec são a Fiol (Ferrovia de Integração Leste-Oeste), a Transnordestina e a questão da Infra S/A.

Em sua participação, Kuhn, que estava acompanhado da diretoria da Valec, apelou aos parlamentares pela destinação de emendas orçamentárias à empresa para viabilizar o cumprimentos dos objetivos a que se propõe.

Vicente Abate

Vicente Abate – Abifer

Em seguida, houve a intervenção de Vicente Abate, da Abifer. Conforme revelou o empresário, a indústria ferroviária tem investido pesado na tecnologia. Os recursos, segundo ele, já vão além dos R$ 2 bilhões.

“Nós temos conseguido dar mais produtividade às concessionárias de forma que elas sejam cada vez mais competitivas”, enfatizou o dirigente. Para ele, a Infra S/A, citada pelo presidente da Valec, será uma grande oportunidade para o setor de transporte brasileiro.

Guilherme Penin

Guilherme Penin - empresa RumoEnfim, por sua vez, o executivo Guilherme Penin, da empresa Rumo, considerou a importância da prorrogação do contrato da Malha Paulista. Além disso, adiantou informações sobre a captação de recursos volumosos a serem utilizado na expansão da referida malha, no estado do Mato Grosso.

Guilherme defendeu, na esteira de posicionamentos da Valec, sobre a necessidade de investimentos nos portos, para ele, complementação vital às ferrovias. Sobre investimentos no setor, ele concorda com o deputado Uczai sobre a necessidade de investimentos públicos e privados no setor da infraestrutura.

Edinho Bez

Edinho Bez – Frenlogi

No encerramento, o ex-deputado Edinho Bez, de Santa Catarina, agradeceu nominalmente aos participantes. E, atendendo ao mediador Tiago Lima, anunciou a próxima webinar da Frenlogi/IBL. A saber, sobre concessões, PPPs e o intuito de chamar os investidores a apostar no país. Segundo ele, será no dia 17 próximo, neste mês de julho.

Íntegra do debate

ACESSE, NA ÍNTEGRA. A WEBINAR “INVESTIMENTO NA MALHA FERROVIÁRIA BRASILEIRA

Fechar Menu