Novo Marco Legal do Saneamento, por Wellington Fagundes

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Prevendo que o Centro-Oeste é a região que mais se valorizará, no mundo, o senador Wellington Fagundes, presidente da Frente Parlamentar Mista de Logística e Infaestrutura (Frenlogi) participou, nessa quarta-feira, 29, de videoconferência promovida pelo Fórum Brasil Export.

Na função de eventos preparatórios ao Fórum Nacional previsto para outubro, o Brasil Export realiza conferências semanais. Na oportunidade, são reunidas autoridades e especialistas do setor de logística portuária, agronegócios e multimodalidade.

Para justificar seu otimismo com respeito ao Centro-Oeste, Fagundes lembra a extensa carteira de investimentos na região. Principalmente em ferrovias e rodovias ligando os estados do Centro-Oeste a portos como Itaqui (MA), Santos (SP) e Paranaguá (PR).

“Importante lembrar que 24 desses investimentos integram o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI)”, destacou o parlamentar. Na opinião dele, o momento de investir no Centro-Oeste, é agora, pois a região vai despontar internacionalmente, com certeza.

BR-163

No mês de fevereiro, o Governo Federal concluiu a pavimentação do trecho da BR-163 entre Sinop (MT) e Miritituba (PA). A saber, a obra se arrastou durante anos e registrou diversas cenas de caminhões atolados, em meio à lama, após períodos de chuva.

Com efeito, o trecho entre a cidade de Mato Grosso e os portos de Mirituba, de 51 km, era o que faltava para completar a BR-163. A partir de Mirituba, a safra agrícola segue por hidrovia até Santarém. Assim, é economizado o trabalho de 800 caminhões, por 300 quilômetros.

Dessa forma, o valor médio do frete rodoviário diminuiu imediatamente. Porém, outras ações estão em andamento, como a concessão da ferrovia EF-170 (MT/PA). Também conhecida como Ferrogrão, a ferrovia é uma das prioridades do ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas.

O projeto está na fase de concessão pública, com demanda projetada de até 50 milhões de TU. A publicação do edital está prevista para o último trimestre deste ano.

O senador declarou, ainda, que “há muita tecnologia incorporada” nas ferrovias brasileiras. Contudo, considera que é preciso destinar mais recursos públicos para o setor de ciência e pesquisa. Dessa maneira, avalia, será possível evitar a compra de insumos tecnológicos no exterior.

Ele destacou, também, os constantes investimentos realizados pela Vale na Estrada de Ferro Carajás, “Tais investimentos, comentou ,  possibilitaram à ferrovia ocupar o posto de mais eficiente do Brasil.

Participantes da videoconferência

Além do senador Wellington Fagundes, participaram do evento Brasil Export: Tiago Lima – Vice-presidente do Instituto Brasil Logística (IBL); Cesar Meireles – Diretor-Presidente da Associação Brasileira dos Operadores Logísticos (ABOL); Edeon Vaz – Membro fundador do IBL e presidente da Câmara Temática de Logística e Transporte do Agronegócio do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento de Goiás (CTLOG); Adriano Barzotto – Presidente da Aprosoja-GO (Associação dos Produtores de Soja e Milho de Goiás) no triênio 2018-2021; Jesualdo Conceição da Silva  – Presidente da Associação Brasileira dos Terminais Portuários (ABTP).

E, ainda, José Roberto Sampaio Campos – Consultor portuário, coordenador do Comitê Orientador do Brasil Export; Aluísio de Souza Sobreira – Diretor da Merco Shipping Marítima, Vice-Presidente da Câmara Brasileira de Contêineres e Diretor da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB);  Sergio Aquino – Presidente da Federação Nacional dos Operadores Portuários (FENOP); Ricardo Molitzas – Gerente-Executivo do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (SOPESP); Angelino Caputo– Diretor-Executivo da Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados (ABTRA); Oswaldo Castro Jr. – Sócio da Golden Cargo, operador logístico especializado no segmento de insumos do agronegócio e produtos químicos embalados, com Centros de Distribuição localizados nos principais polos produtores do Centro-Oeste; Marcelo Sammarco, advogado especialista em Direito Marítimo e Portuário, Diretor de Marketing da Associação Brasileira de Direito Marítimo (ABDM); Larry John Rabb Carvalho – Advogado

Referências

Durante os debates, o presidente da ABTRA, Angelino Caputo, agradeceu de publico ao IBL, pela aprovação da entrada da ABTRA no Instituto. Por outro lado, o presidente da ABTP, Jesualdo Silva, elogiou o trabalho da Frenlogi, em especial a atuação dos deputados Edinho Bez e Hugo Leal,  além do senador Wellington Fagundes.

Jesualdo elogiou a atuação do IBL, e Aloísio Sobrera fez a mesma referência à Frenlogi e ao IBL.

Fechar Menu