Arco Norte: Edinho Bez representa a Frenlogi

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Arco Norte: Edinho Bez representa a Frenlogi

O projeto constitui-se num plano estratégico que compreende portos ou estações de transbordos dos estados de Rondônia, Amazonas, Pará, Amapá e Maranhão. Daí, o termo Arco Norte, onde, todos eles são de importância vital para o escoamento dos grãos produzidos no Mato Grosso.

Diálogos Hidroviáveis

Durante mais uma versão do Fórum “Diálogos Hidroviáveis”, patrocinada, na oportunidade, pela Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), a Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura-Frenlogi, participou, dia 27 de novembro passado, em Belém, de debate envolvendo o Arco Norte.

Os Diálogos Hidroviáveis consistem em um Programa de Integração Permanente de Iniciativas para o Desenvolvimento Sustentável da Navegação e das Hidrovias Brasileiras. Coube ao deputado Edinho Bez (MDB-SC), secretário-executivo da Frenlogi, representar a associação parlamentar, no debate.

Desenvolvimento econômico

Em sua participação, Edinho expôs o papel da Frenlogi na defesa das ações de desenvolvimento econômico com a atuação do poder público e de investidores nos projetos dos modais de transporte em todo o Brasil.

“Representantes de entidades governamentais, empresas – privadas e públicas -, imprensa e de setores legislativos do país viemos avaliar os desafios do setor em garantir projeção continuada e planejada de ações e investimentos em infraestrutura, destacados ao longo de trechos de rios da Amazônia Legal, que alavanquem a navegabilidade comercial e sedimentem, ainda mais, o progresso dos estados das regiões norte e centro-oeste do Brasil”, explicou, ao iniciar sua participação, o deputado Edinho Bez.

Amazônia

Ainda de acordo, na ocasião, com o secretário executivo da Frenlogi “a região amazônica é muito importante para o crescimento do país, principalmente no que tange ao modal de hidrovias,  que é um dos mais importantes no cenário nacional, mas que passa por muitos problemas; e como Frente Parlamentar, no Congresso Nacional, queremos trabalhar na integração desses modais. Se temos uma região que tem uma característica forte de hidrovias, então vamos planejar, trabalhar e priorizar o desenvolvimento dessas hidrovias”, enfatizou o deputado.

Fechar Menu